Confira os sites mais acessados da Paraíba!

Ranking com credibilidade e confiança!

Avalie os políticos da Paraíba!

Você pode ver e votar nos políticos do Estado.

‘Quem decide o que é verdade ou não é o Judiciário’, diz senador que quer censura nas redes sociais

‘Quem decide o que é verdade ou não é o Judiciário’, diz senador que quer censura nas redes sociais - Otávio Sá Leitão

O senador Alessandro Vieira, do Cidadania, relator do PL 2.630/2020, afirmou que em uma “democracia”, em última instância, quem decide o que é verdade ou não é o Judiciário. Vieira, sob a desculpa de combate a fake news e de promover maior transparência nas redes sociais, quer exigir identificação de usuários e rotulação de contas “com comportamento inautêntico”.

O senador, que afirma ser a verdade definida pelo Judiciário, diz não haver risco de censura, quando o que ele defende é por definição a ausência total de liberdade de expressão, a existência de um “ministério da Verdade” que determine o que é verdade. Neste sentido, o que o ministério diz que é verdade, ainda que seja mentira, é verdade – e não pode ser contestado.

No Twitter, Horacio Hudson, sobre a proposta do senador, comentou: “Deixa ver se eu entendi. Você conta uma verdade, mas aí o Judiciário pode decidir que a sua verdade é uma mentira”.

O senador Alessandro Vieira defende que, caso o cidadão tenha uma opinião falsa, criminosa, desinformativa, que ele seja responsabilizado, mas “dentro de um processo transparente, democrático e com o usuário empoderado”. Quem define o que é uma opinião falsa, criminosa e desinformativa? Isso mesmo, as autoridades que não estão gostando das críticas recebidas nas redes sociais.

O senador do Cidadania afirmou que a desinfomação na rede ganhou um caráter de organização criminosa com a “disseminação de informações sem responsabilidade”. Ele disse: “O jornalismo, quando divulga uma matéria, tem responsabilidade. O cidadão que divulga sua opinião também. As plataformas, que ganham com a circulação, também precisam ser responsabilizadas de forma equilibrada e transparente.”

Queremos saber do senador quando serão responsabilizados os jornalistas dos grandes veículos de comunicação, que disseminam informações falsas, distorcidas e deturpadas todos os dias, porque, até o momento, só vemos por parte de congressistas e ministros do STF perseguição à mídia alternativa, que se esforça por dar a verdadeira versão dos fatos.

Fonte: portalbr7

Comentários