“Agronegócio deve ser eliminado da terra”, afirma Lula e MST

“Agronegócio deve ser eliminado da terra”, afirma Lula e MST - Otávio Sá Leitão

O candidato do Partido dos Trabalhadores ao Palácio do Planalto vem participando de eventos ao lado do Movimento dos Sem Terra e afirmado que o MST terá um local de importância caso ele seja eleito. Em uma de suas declarações, o ex-presidente afirmou que o “agronegócio deve ser eliminado da terra”, o que caracteriza uma grande violência contra o setor que sustenta o Brasil há décadas. O discurso de Lula vem endossando declarações mais extremistas do MST, que vem defendendo não só uma reforma agrária, como a eliminação de todo o sistema de produção existente na agricultura brasileira atual. O MST vem afirmando que a soja é uma “inimiga do Brasil”, que todo o agronegócio é um “modelo de poder” que tem de ser eliminado da face da Terra. O que denigre a imagem e o trabalho dos agricultores, pecuaristas, técnicos, pesquisadores e os trabalhadores especializados do agro, classificando-os como delinquentes sociais que precisam ser reprimidos pelo governo. O pior é ter quem apoie esse tipo de discurso de ódio. Não querem explorar terras não cultivadas, querem tomar terras produtivas de quem dedicou uma vida inteira trabalhando. Não querem mudar o sistema de produção, querem destruir o sistema que vem colocando o Brasil em local de destaque na economia mundial. Fonte: https://horabrasilia.com.br


Participe do nosso grupo MÍDIA LIVRE no WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/J1XtopqyAuU1L7NZugWTKb

Comentários