Daniella Marques deve substituir Pedro Guimarães na presidência da Caixa

Daniella Marques deve substituir Pedro Guimarães na presidência da Caixa - Otávio Sá Leitão

A secretária especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, Daniella Marques, deve ser anunciada como a nova presidente da Caixa Econômica Federal. Braço direito do ministro Paulo Guedes, ela assume o posto no lugar de Pedro Guimarães em meio a acusações de assédio sexual no banco.

Formada em administração pela PUC (Pontifícia Universidade Católica) do Rio de Janeiro e com MBA em finanças pelo IBMEC, ela atuou por 20 anos no mercado financeiro, na área de gestão independente de fundos de investimentos. Marques ainda foi sócia-fundadora e diretora de fundos de investimento antes de ingressar no governo.

 

Em 2019, era chefe da Assessoria Especial de Assuntos Estratégicos de Guedes e, em fevereiro deste ano, assumiu a Secretaria Especial de Produtividade e Competitividade, em substituição a Carlos da Costa. Guedes teve influência na indicação de Daniella Marques ao cargo. A reportagem busca contato com ela.

 

Após as denúncias que envolvem o presidente da Caixa, Bolsonaro conversou com Guimarães na noite desta terça-feira (28) e desde então o Palácio do Planalto procurava nomes que pudessem comandar o banco. Um dos membros da campanha à reeleição de Bolsonaro confirmou à reportagem que Marques deve assumir o comando da estatal.

Fonte: agora noticias Brasil


Participe do nosso grupo MÍDIA LIVRE no WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/J1XtopqyAuU1L7NZugWTKb

Comentários