Confira os sites mais acessados da Paraíba!

Ranking com credibilidade e confiança!

Presidente da CCJ quer antecipar discussão da reforma para 15 de Abril

Presidente da CCJ quer antecipar discussão da reforma para 15 de Abril - Otávio Sá Leitão

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, Felipe Francischini (PSL-PR), pretende antecipar para o dia 15 de abril a discussão sobre a admissibilidade da reforma da Previdência. Conforme ele, como a discussão deverá ser longa, a antecipação seria uma maneira de garantir o prazo inicial, de votação no dia 17 de abril.

O deputado declarou ao Estadão que está confiante de que a votação ocorrerá dentro do previsto. “Se não votar no dia 17 é porque houve erro de percurso”, disse. Ele explicou que a ideia de antecipar para o dia 15 é garantir que todos possam falar, “mesmo que a oposição inscreva 100 pessoas”.

Francischini declarou também que não acha que os parlamentares farão qualquer compensação, dentro do texto da reforma da Previdência, à retirada das mudanças no Benefício de Prestação Continuada (BPC) e na aposentadoria rural.

“Eles não vão fazer isso (compensar). Eles vão retirar BPC e rural e não vão acrescentar em nenhuma outra camada”, disse. O deputado afirmou que a oposição está mobilizada contra a reforma, mas são em número limitado dentro da Câmara, “cerca de 140”.

O que preocupa o parlamentar são as mudanças que os partidos do centro pretendem fazer na reforma. “Problema não é aprovar a reforma, é aprovar ela fraca e ter que fazer outra em 4 ou 5 anos”, disse.

Felipe Francischini disse ainda que falta “corpo” na articulação política do governo pela reforma da Previdência. “Vejo lideranças correndo de um lado para o outro tentando cobrir várias frentes e posições. Falta espírito de corpo mais organizado que possa auxiliar os líderes”, completou.

Fonte: Com informações do Estadão

Comentários