Confira os sites mais acessados da Paraíba!

Ranking com credibilidade e confiança!

Avalie os políticos da Paraíba!

Você pode ver e votar nos políticos do Estado.

TRE-ES participa do Fórum Nacional da Propaganda Eleitoral nas Mídias Sociais

TRE-ES participa do Fórum Nacional da Propaganda Eleitoral nas Mídias Sociais - Otávio Sá Leitão

O combate às Fake News é o principal desafio do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para as eleições 2018. Para tratar do tema e encontrar soluções que possam atender aos Tribunais Regionais Estaduais, o Colégio de Presidentes dos Tribunais Regionais Eleitorais (Coptrel) promoverá, nos próximos dias 1º e 2 de Março, o Fórum Nacional da Propaganda Eleitoral na Internet. O evento acontecerá na sede do TRE de mato Grosso, em Cuiabá.

O evento contará com a participação de executivos do Google, Facebook e Twitter, além de especialistas da Polícia Federal em investigações cibernéticas. Trata-se de uma reunião de trabalho de interesse nacional, para discutir os desafios da Justiça Eleitoral no que se refere ao uso de fake news, junk news, big data e robôs, nas mídias sociais, com fins eleitorais. O Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo (TRE-ES) será representado pela Juíza Eleitoral substituta Maria do Céu Pitanga de Andrade; e pela servidora da Seção de Banco de Dados, Janine Venturini de Rezende.

Entre outros profissionais de reconhecimento nacional estarão em Cuiabá o professor de Direito Eleitoral da Universidade Mackenzie (SP) e Coordenador da MackEleições, Diogo Rais; o engenheiro da computação Leandro Castro; o editor do caderno Poder da Folha de São Paulo, Fábio Zanini; o advogado e cientista social Daniel Falcão; e os executivos Rebeca Garcia (Facebook), André Zanatta (Google) e Regina Lima (Twitter).

O evento será voltado apenas aos integrantes da Justiça Eleitoral, promotores eleitorais e colaboradores como a Polícia Federal, sem possibilidade de credenciamento externo. Um dos painéis do primeiro dia do Fórum Nacional vai discutir, com executivos do Google, Facebook e Twitter, formas de conferir efetividade, na velocidade exigida, às decisões liminares. O segundo dia será destinado às oficinas de trabalho, com três grupos distintos de juízes da propaganda, que serão assessorados por técnicos nas áreas de Direito Eleitoral e Tecnologia da Informação. Destas oficinas sairão enunciados, que poderão servir de norte aos juízes da propaganda de todo o país.

Com informações da Assessoria de Comunicação do TRE-MT

Comentários