Confira os sites mais acessados da Paraíba!

Ranking com credibilidade e confiança!

Avalie os políticos da Paraíba!

Você pode ver e votar nos políticos do Estado.

Pesquisa mostra que 69% dos franceses acreditam que Macron perderá a próxima eleição

Pesquisa mostra que 69% dos franceses acreditam que Macron perderá a próxima eleição - Otávio Sá Leitão

Uma pesquisa revelou que 7 em cada 10 franceses acreditam que o atual presidente francês Emmanuel Macron não será reeleito em 2022.

A pesquisa, realizada pelo Instituto Elabe, revelou que o presidente francês perdeu eleitores desde 2017, com apenas 74% das pessoas que votaram nele no primeiro turno da corrida presidencial dizendo que fariam isso novamente em 2022.

Muitos franceses estão se tornando cada vez mais críticos em relação às políticas de Macron, com 62% se decepcionando e apenas 14% afirmando que estão satisfeitos com seu mandato como presidente até agora.

Embora Macron, até o momento, não tenha discutido publicamente se está buscando um segundo mandato como presidente, 69% dos entrevistados disseram que não esperam que ele seja capaz de vencer a eleição de 2022.

Marine Le Pen, líder do partido de direita Rally Nacional (RN), que ficou em segundo lugar nas eleições de 2017, anunciou suas intenções de concorrer à presidência novamente em 2022 no início do mês passado.

 

Entre os que ficaram decepcionados com Macron na pesquisa do instituto Elabe, os apoiadores de Le Pen ficaram em maior número na pesquisa, com 80% expressando o sentimento, seguidos por 77% dos apoiadores da esquerda de Jean-Luc Melenchon.

A pesquisa é outro golpe para Macron, que testemunha mais de um ano de protestos contínuos todas as semanas pelo movimento Gilets Jaunes (coletes amarelos), com os primeiros protestos ameaçando derrubar o governo.

Nas últimas semanas, os protestos na França continuam, com manifestantes fechando o famoso museu do Louvre, tentando invadir um teatro no norte de Paris, onde Macron assistia a uma peça e  forçando a polícia a evacuar o líder francês.

No ano passado, o partido de Macron perdeu as eleições europeias para o Rally Nacional de Le Pen. Conforme o andar da carruagem, é possível que nas próximas eleições nacionais também haja um deslocamento na França da esquerda para a direita e Macron perca o seu “reinado”.

 

Fonte: Conexão Politica Por Thaís Garcia

Comentários