Para Mourão, STF atacou a democracia no caso Daniel Silveira

Para Mourão, STF atacou a democracia no caso Daniel Silveira - Otávio Sá Leitão

O Vice-Presidente Hamilton Mourão disse em entrevista à Rádio Guaíba nesta sexta-feira (13/05) que o STF cometeu “verdadeiro ataque à democracia” no caso Daniel Silveira. Segundo Mourão, a decisão de condenar o parlamentar foi dada em “desacordo com aquilo que é o próprio processo legal”.

 

O camarada que investiga não pode ser o mesmo que denuncia e o que julga. Temos o inquérito das fake news, que não tem objeto, não tem prazo. Todo inquérito tem prazo. Dentro do Exército, por exemplo, tem 30 dias para terminar a investigação. Se não terminar nos 30, você pede mais 30, é assim que funciona”, disse o vice.

Pré-candidato ao Senado pelo Republicanos do Rio Grande do Sul, Mourão avalia com “extrema preocupação o que está acontecendo”. Ele disse ainda que o Judiciário rompeu “a harmonia e o equilíbrio do que está acima do processo democrático”.

 

Sobre o caso Daniel Silveira, ele ainda comentou:

Se eu sou ofendido, vou à delegacia, faço um boletim de ocorrência e processo o cidadão que me ofendeu. No caso, o que estamos vendo: se sou ministro do STF, mando prender. Isso é um verdadeiro arbítrio e ataque à democracia”, completou.

Fonte: Nova Iguaçu 24 horas.


Participe do nosso grupo MÍDIA LIVRE no WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/J1XtopqyAuU1L7NZugWTKb

Comentários