Confira os sites mais acessados da Paraíba!

Ranking com credibilidade e confiança!

Avalie os políticos da Paraíba!

Você pode ver e votar nos políticos do Estado.

Desempregados, atores Globais interpretam vida real

Desempregados, atores Globais interpretam vida real - Otávio Sá Leitão

Caio Castro, Malvino Salvador, Kadu Moliterno, Priscila Fantini, Maite Proença, Carolina Ferraz, André Gonçalves, Pedro Cardoso, Malu Mader, Edson Celulari, José Mayer, entre outros.
Desculpem-me os nomes esquecidos. Texto se tornaria Bíblico.

Atores Globais demitidos à dúzias.  Desemprego nas raias do saturado. Mercado sem potencial de absorver mão de obra. Oferta gigantesca, diante da fila de interessados.

Globo satura com lançamento de rostinhos bonitos, belas bandas e sem nenhum talento, rotulados de Atores.
Mundinho de Poliana, ilha de ostentação cercada de dura realidade por todos os lados, desmorona diante do Bilhete Azul.
Telinha generosa longe da audiência. Interesse de Patrocinadores em queda.
Fim da Lei Rouanet seca a fonte generosa de financiamento pra overdose de produções cinematográficas, maioria de qualidade duvidosa, verdadeiro cabide de emprego.
Teatros em número insuficiente, com lista de espera insensível e sem pressa de caminhar, impedem estreias de novas peças.


Atores diferenciados continuarão inatingiveis,  ao preencherem às poucas vagas à disposição, mas o que será do futuro dos "meia boca"?

Sabedoria Oriental perpetuou.
Crise separa talento vencedor, do eterno figurante. Opções alternativas, questão de sobrevivência.
Sofá di Pobre, mesmo não consultado,  se atreve a sugerir.

"Público alvo está na Periferia".

Milhões de consumidores, esquecidos e negligenciados, esperam a oportunidade de assistir uma boa peça,  realizando sonho de ver o "Famoso" de perto; Distante, por questões financeiras.
Solução está no pé na Estrada, em busca de novo nicho.
Peças livres de cenários de alto custo. Quem sabe faz ao vivo e sem Maquiagem.
Temporadas curtas em espaços improvisados, com capacidade de receber grande número de expectadores.
Ingressos Populares, somados a Patrocínios de Empresas Privadas, que certamente se interessarão pelo Produto, garantia de um futuro.
Talvez sem o glamour de uma vida que virou passado, mas com a dignidade de sair da Zona de Conforto, de esperar um telefonema Salvador.


Vida Real nada tem com Sinopse, de final decidido por autores e materializada em interpretações.  Canais Abertos perdem força. Globo concentra energias no Combate a Bolsonaro barões,  Carrasco do sagrado dinheirindo do Estado e não é segredo pra ninguém.
Na Guerra entre rochedo e oceano, grande derrotado é  conhecido.
A Teta secou. Como diria o Velho Francês,  no Feliz Natal em Agosto, quem quiser "Guajivu",  sacuda o galho.
Plin Plin

 

Fonte: Sofa de pobre

Comentários