Confira os sites mais acessados da Paraíba!

Ranking com credibilidade e confiança!

Lula concederá entrevista coletiva nesta sexta. PF prepara auditório para receber jornalistas de vários veículos

Lula concederá entrevista coletiva nesta sexta. PF prepara auditório para receber jornalistas de vários veículos - Otávio Sá Leitão

Uma situação leva a outra. A polêmica censura imposta pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes à uma publicação do site O Antagonista refutada pela Procuradoria Geral da República acabou caindo.  Junto com ela, também foi derrubada uma proibição imposta à Folha de S. de São Paulo de entrevistar o ex-presidente Lula na cadeia.

Agora, Lula poderá conceder entrevista não apenas à Folha. A superintendência da PF já está preparando uma sala para receber a imprensa. Ainda não é possível confirmar quantos veículos de comunicação poderão estar presentes, mas Lula irá responder apenas a perguntas formuladas por representantes da Folha e do Jornal El País. Jornalistas de outros veículos não poderão fazer perguntas, mas poderão acompanhar", informou o repórter repórter da Band, Douglas Santucci.

Nesta quinta-feira (25), a Assessoria de imprensa de Lula informou que a Superintendência do Paraná da Polícia Federal tomou uma decisão que desrespeita o STF, que abriu para Lula o direito de conceder entrevistas após liberar a matéria do site O Antagonista e da revista Crusoé sobre um suposta declaração do empresário Marcelo Odebrecht sobre o ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo. Até então, as entrevistas do El País e a Folha de S. Paulo ficaram suspensas por oito meses devido a uma decisão liminar.

A Superintendência da Polícia Federal no Paraná determinou a constituição de uma plateia para jornalistas convidados para a entrevista sem direito de fazer perguntas. Segundo assessoria de Lula, a decisão viola primeiro a decisão do Supremo, já que as entrevistas devem acontecer com anuência do ex-presidente, e também os jornalistas, a prática e a ética jornalística ao permitir que profissionais de outros veículos assistam entrevistas exclusivas para outras publicações e publiquem antes uma entrevista pela qual os outros veículos lutaram na justiça por meses.

Na semana passada, os membros da Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça decidiram, por unanimidade, reduzir a pena de Lula no caso do triplex de 12 anos para 8 anos e dez meses. Com isso, o petista tem chances de migrar a partir de setembro deste ano para o regime semiaberto, no qual Lula poderia deixar a prisão de dia para trabalhar e voltar à noite para a unidade prisional.

Fonte: Imprensa viva

Comentários