Confira os sites mais acessados da Paraíba!

Ranking com credibilidade e confiança!

Avalie os políticos da Paraíba!

Você pode ver e votar nos políticos do Estado.

Fecomércio/DF diz que não há risco de desabastecimento em supermercados

Fecomércio/DF diz que não há risco de desabastecimento em supermercados - Otávio Sá Leitão

Bares, restaurantes e empresas que organizam eventos sofrem com a crise do coronavírus, como explica Francisco Maia, presidente da Fecomércio/DF. De acordo com ele, o empresário que tiver interesse em recorrer à linha de crédito do BRB deverá procurar o sindicato do respectivo setor para fazer a solicitação. O dinheiro poderá ser usado, inclusive, para pagamento de impostos e de funcionários.

 
O banco, no entanto, entregou ao governador uma carta com outros pedidos, que incluem a postergação do prazo para recolhimento do ICMS e ISS, assim como o do IPTU, por 120 dias. Além disso, a redução da alíquota modal do ICMS, de 18% para 17%, a liberação do saque do FGTS para funcionários de empresas que exerçam atividade turística e a autorização para férias coletivas e licenças não remuneradas por seis meses, com garantia do emprego.

Francisco garante que, no momento, não há risco de uma escalada no desemprego. Também estão descartados fechamento de shoppings e desabastecimento em supermercados. “É importante que a população tenha bom senso e não há necessidade de correr para comprar, porque terá mercadoria para atender todo mundo”, disse o presidente da Fecomércio/DF.
 
Continua depois da publicidade
 
O presidente do Sindivarejista, Edson de Castro, estima que, desde 11 de março, quando as aulas foram suspensas no DF, o prejuízo no comércio da capital passe de R$ 80 milhões. De acordo com ele, até o fim do mês, o valor deve chegar a R$ 400 milhões. “Fizemos uma pesquisa e vimos que o movimento, principalmente nas lojas de rua e de shoppings, caíram pela metade. A nossa expectativa é de que consigamos com o GDF pagamento de impostos prorrogados”, frisou.

Outra preocupação da entidade em relação à queda de faturamento é o desemprego. O advogado do Sindivarejista, Auro Vidigal, explicou que reuniões serão feitas com sindicatos da categoria para elaboração de propostas para minimizar os efeitos. “Estudamos autorizar férias coletivas ou afastamento do emprego por um determinado período de tempo, com redução de salário”, comentou. Segundo ele, todas as ações obedecerão a CLT.
 
Continua depois da publicidade
 
Tipos de transmissão

Importada 
» Acontece quando um viajante retorna ao país e percebe-se que ele contraiu a doença durante uma viagem.
 
Local 
» Quando uma pessoa tem contato com algum infectado e contrai a doença. Por exemplo, uma pessoa que apresentou a enfermidade após entrar em contato com algum viajante diagnosticado.
 
Comunitária 
» É quando os órgãos de saúde e o paciente não conseguem identificar onde aconteceu o contágio.

Balanço

R$ 1 bilhão
Valor da linha de crédito aprovada pelo BRB
 
0,80%
Taxa de juros fixa
 
R$ 400 milhões
Estimativa de prejuízo no comércio até o fim do mês
 
R$ 80 milhões
Prejuízo nas lojas do DF em cinco dias

Memória

Medidas emergenciais
 
11 de março 
» O Decreto nº 40.509 suspendeu aulas das redes pública e privada de ensino. Também proibiu eventos, como shows e competições esportivas. Bares e restaurantes devem manter distância de 2m entre as mesas.
 
13 de março 
» O Decreto nº 40.512 criou grupo executivo para o desenvolvimento de ações de prevenção e mitigação à Covid-19 e à dengue. Também adota medidas de contenção e enfrentamento de ambas as enfermidades. E determina a realização compulsória, caso necessário, de coleta de amostras clínicas, vacinação e tratamentos médicos específicos relacionados às doenças.
 
14 de março 
» O Decreto nº 40.519 suspendeu aulas das redes pública e privada e de universidades por mais 15 dias, além de interromper o funcionamento de cinemas e teatros. Servidores públicos que apresentarem sintomas de gripe deverão seguir rotina de teletrabalho.
 
15 de março 
» O Decreto nº 40.522 determinou o fechamento de academias e museus.

Fonte: correio brasiliense

Comentários