“Inadmissível”: Bolsonaro se posicionou contra aborto de menina de 11 anos

“Inadmissível”: Bolsonaro se posicionou contra aborto de menina de 11 anos - Otávio Sá Leitão

Através das Redes Sociais, o presidente da República Jair Bolsonaro (PL), se manifestou contra o aborto realizado por uma menina de 11 anos, em Santa Catarina. “Sabemos tratar-se de um caso sensível, mas tirar uma vida inocente, além de atentar contra o direito fundamental de todo ser humano, não cura feridas nem faz justiça contra ninguém, pelo contrário, o aborto só agrava ainda mais esta tragédia! Sempre existirão outros caminhos!” escreveu Bolsonaro. “A única certeza sobre a tragédia da menina grávida de 7 meses é que tanto ela quanto o bebê foram vítimas, almas inocentes, vidas que não deveriam pagar pelo que não são culpadas, mas ser protegidas do meio que vivem, da dor do trauma e do assédio maligno de grupos pró-aborto”, completou o presidente. Além disso, o mandatário brasileiro confirmou que solicitou ao Ministério da Justiça e ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos uma apuração do caso. “O bebê no ventre é tão vítima quanto a criança. Não podemos olhar apenas para uma. Existem outros caminhos!”, argumentou Bolsonaro. Sobre o caso A Justiça de Santa Catarina tentou induzir uma menina de 11 anos,  e grávida, a não realizar um aborto. A criança foi mantida em um abrigo por mais de um mês, a pedido da juíza Joana Ribeiro Zimmer e da promotora Mirela Dutra Alberton. Durante a audiência judicial, as magistradas argumentaram serem contra o procedimento e a favor da vida do feto. Em um primeiro atendimento médico, os profissionais de saúde se recusaram fazer o procedimento na menina, que estava com mais de 22 semanas de gestação. Mas após receber a recomendação do Ministério Público Federal (MPF), o Hospital Universitário (HU) Polydoro Ermani de São Tiago, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), atendeu parcialmente e adotou as providências para que a menina de 11 anos que ficou grávida abortasse. A informação foi confirmada pelo MPF, em comunicado divulgado no início da tarde quinta-feira (23). Fonte: https://horabrasilia.com.br


Participe do nosso grupo MÍDIA LIVRE no WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/J1XtopqyAuU1L7NZugWTKb

Comentários