Confira os sites mais acessados da Paraíba!

Ranking com credibilidade e confiança!

Avalie os políticos da Paraíba!

Você pode ver e votar nos políticos do Estado.

"Sugerida por Bolsonaro, troca de notas de R$ 100 e R$ 50 custaria mais de R$ 700 milhões.

"Sugerida por Bolsonaro, troca de notas de R$ 100 e R$ 50 custaria mais de R$ 700 milhões. - Otávio Sá Leitão

"Substituir todas as cédulas de R$ 100 e R$ 50, como o presidente Jair Bolsonaro diz que está sendo estudado pelo governo, custaria, no mínimo, R$ 700 milhões aos cofres públicos. De acordo com o Banco Central (BC), estão em circulação 2.883.688.127 notas desses valores no Brasil, que tiveram custos de produção estimados entre R$ 0,24 e R$ 0,25 em 2016, último dado disponível encontrado.

 

Vale ressaltar que esse é o custo da emissão das notas do jeito que elas já existem e não consideram nenhum tipo de alteração de cor, formato, parâmetros de segurança tampouco os custos de remodelamento das cédulas, logística de recolhimento e substituição e transporte dos valores.

 

Bolsonaro falou sobre a substituição das cédulas em entrevista ao Programa do Ratinho, do SBT, na terça-feira (4). "Chegou ao nosso conhecimento mudar as notas de R$ 100 e de R$ 50 num prazo de um ano", respondeu Bolsonaro sobre a possibilidade dessa alteração. Segundo o presidente, a possibilidade é real, mas dependeria de um “sinal verde da Economia” sobre a viabilidade da proposta.

 

Os boatos sobre essa troca começaram em maio, pelas redes sociais. Uma das mensagens seguiria que o presidente mudasse a cor das notas de R$ 20, R$ 50 e R$ 100 para “despejar dinheiro na economia”, dando um tempo curto – até o final de 2019 – para a troca das notas. “Muitos reais vão brotar de paredes, buracos e malas”, continuava a mensagem. Também havia a versão de que seria feita uma troca das figuras de animais por personalidades históricas. Na época, Planalto e Ministério da Economia negaram a informação.

 

 

Depois do anúncio de que o governo estuda a medida, o ministério da Economia informou que a responsabilidade sobre trocas de cédulas é do Banco Central, quando questionado pela reportagem nesta quarta-feira (5) sobre os estudos. Já o Banco Central não respondeu às perguntas sobre estudos para a troca e custos envolvidos até o fechamento desta matéria.

 

Precisa gastar?

Sem esses estudos nem explicações por parte do presidente, não dá para estimar qual é o ganho que o governo projeta para a circulação de dinheiro na economia. Mas o gasto para a produção das novas notas não é insignificante, ainda mais em tempos de penúria nas contas públicas e de contingenciamento de gastos.

 

De acordo com o BC, estão circulando 1.766.263.254 cédulas de R$ 50 e 1.117.424.873 de R$ 100. Em 2016, o órgão informou que a produção de cada uma custava R$ 0,24 e R$ 0,25 centavos. Isso significa que a substituição custaria R$ 703,2 milhões. Outras estimativas apontam que o custo de produção das notas de R% 50 e R$ 100 já está na casa de R$ 0,25 e R$ 0,27, o que sobe o custo da troca para R$ 743,2 milhões.

 

Esse valor é próximo do orçamento contingenciado do Ministério da Ciência e Tecnologia, por exemplo, que é de R$ 759 milhões. Também é equivalente às verbas bloqueadas dos ministérios da Cidadania e Turismo, que somam R$ 737 milhões."

 

Fonte: Gazeta do povo

Comentários