Confira os sites mais acessados da Paraíba!

Ranking com credibilidade e confiança!

Avalie os políticos da Paraíba!

Você pode ver e votar nos políticos do Estado.

A maior ameaça à Humanidade é a eterna e irracional disputa entre Nós e Eles

A maior ameaça à Humanidade é a eterna e irracional disputa entre Nós e Eles - Otávio Sá Leitão

Antonio Rocha

Não sei se é desta vez, mas há uma antiga previsão entre os espiritualistas de que dois terços da Humanidade vão desaparecer, isto é morrer. Não só através das guerras, das doenças “normais”, da criminalidade desenfreada e agora via coronavírus.

A previsão, ou se preferirem a profecia, está no livro “Mensagens do Astral”, de um espírito chamado Ramatis e psicografado pelo médium paranaense Hercílio Maes. A obra veio à lume, a primeira vez, em 1956. Possui 438 páginas e hoje tem o selo da Editora do Conhecimento.

JUÍZO FINAL??? – Nasci em 1952, portanto, desde pequeno convivo e leio as mensagens do citado autor espiritual, pois minha família era/é espiritualista.

Numa linguagem mais genérica, muitos podem falar em Juízo Final, mas não é, pois a mortandade não vai ser total. Seria um ajuste de contas que a Natureza estaria tendo com a espécie humana, que não respeita o Ecossistema e as normas do bem viver.

Pelos mais diversos motivos, o ser humano prejudica a si mesmo, aos outros, ao próximo. E como toda ação corresponde a uma reação, temos a chamada Lei do Retorno, que os budistas chamam de carma e esse karma (as duas formas estão dicionarizadas).

TODOS INTERLIGADOS – O carma é pessoal, familiar, profissional, coletivo, nacional e mundial, pois “todos estamos interligados”, disse uma vez o filósofo Sidarta Gautama, o Buda.

É uma tolice esta briga entre esquerdas e direitas, entre a religião A ou B, entre a facção X ou Y, pois o que um tem o outro tem. Acabam repetindo os mesmos erros. Mas, qual será o motivo, a causa de tanta discórdia?

Buda afirma que é porque o homem, enquanto gênero humano, englobando no vocábulo também a mulher, tem um falso conceito de Eu, que gera o Ego, o egoísmo. E é este egoísmo que cria toda sorte de guerras, tanto entre um casal, quando entre os países.

UTILIZAÇÃO DOENTIA – Os pronomes “meu, minha, seu, sua” são utilizados doentiamente por este falso conceito de Eu. E assim “eu quero que a minha família esteja numa ótima, os meus amigos idem e os demais não estou nem aí…”.

Este é um pensamento geral, egoísta que provoca toda sorte, ou má sorte de insanidades. O caminho para se chegar ao não-Eu e construirmos o Nós é muito demorado, às vezes, começa em uma vida e termina em futuras reencarnações.

Até lá, haja coronavírus…

Fonte: TRIBUNA DA INTERNET

Comentários