Confira os sites mais acessados da Paraíba!

Ranking com credibilidade e confiança!

Avalie os políticos da Paraíba!

Você pode ver e votar nos políticos do Estado.

O PESADELO DE ORWELL: EXÉRCITO AUSTRALIANO COMEÇA A TRANSFERIR INFECTADOS PELO VÍRUS CHINÊS PARA CAMPOS DE CONCENTRAÇÃO ("QUARENTENAS")

O PESADELO DE ORWELL: EXÉRCITO AUSTRALIANO COMEÇA A TRANSFERIR INFECTADOS PELO VÍRUS CHINÊS PARA CAMPOS DE CONCENTRAÇÃO ("QUARENTENAS") - Otávio Sá Leitão

Já vimos isso antes e em um passado não muito distante e muito triste da história humana.

Enquanto a Europa aparenta estar completamente perdida, com seus países também seguindo as mesmas linhas totalitárias que aparentemente, funcionaram muito bem, seja impondo novos lockdowns, trancando a economia, restrições absurdas contra não-vacinados, em conjunto com uma média geral mais de 65% de suas populações vacinadas, o vírus chinês (COVID-19) aparentemente não dá trégua e o povo europeu não sabe o que fazer diante de casos explodindo novamente no velho mundo.

A OMS recentemente falou em uma nova "quarta onda" do COVID-19 e por isso, europeus resolveram tomar exatamente as medidas que a princípio, não trouxeram qualquer métrica objetiva ou exata de que tais imposições totalitárias de isolamento social, lockdowns e quarentenas tenham apresentado qualquer resultado eficaz para combater a praga chinesa.

Não sendo o assunto principal da matéria, que mereceria uma outra publicação extensa para dar a devida atenção a essas críticas, nossos olhos devem ser direcionados neste momento a ex-colônia penal do Império Britânico, a Austrália, que desde o início da pandemia vem se transformando no pior pesadelo que nem mesmo George Orwell poderia ter previsto em seus livros.

Tratada antigamente como teorias da conspiração pela "direita delirante", bastou o tempo passar para se provarem ser verdade. Não reproduziremos nem mesmo os vídeos que viralizam nas redes sociais de agentes de segurança pública utilizando toda a força do Estado, sem dó nem piedade contra seus cidadãos que se recusam a usar máscaras ou simplesmente saem às ruas por mais de 5 minutos do tempo permitido. Há milhares de exemplos sendo publicados em redes sociais diariamente, mas também não entraremos nessa questão.

 
 


Voltando ao título da manchete, em razão do conteúdo ser extremamente polêmico, trouxemos mais de uma fonte originária para que vocês verifiquem, além de vídeos com declarações das próprias autoridades governamentais da ex-colônia penal britânica.

As notícias foram publicadas nos últimos dois dias, merecendo a nossa atenção, já que deveria servir de alerta para o mundo de que o poder do Estado está passando de todos os limites aceitáveis.

Conforme publicado por tais fontes, o Exército da Austrália começou a remover coercitivamente cidadãos da região norte do país para o "Campo de Quarentena" (ou melhor, um verdadeiro Campo de Concentração para não medir palavras) de Howard Springs (imagem da capa), localizada na região de Darwin, após identificarem apenas nove novos casos de COVID-19 na comunidade de Binjari. A ação totalitária se iniciou logo após do governo australiano ter aplicado medidas extremas de lockdowns nessa comunidade e em Rockhole, no último sábado.

- "Residentes de Binari e de Rockhole não possuem mais as cinco razões para saírem de suas casas"
Essa foi a afirmação do Ministro-chefe dos territórios do norte, Michael Gunner, se referindo aos cinco motivos permitidos pelo país para que cidadãos possam escapar dos lockdowns (comprar comida e suprimentos, exercício físico de duas horas, cuidar de pessoas carentes, educação e trabalho, caso não possa ser feito de sua casa e ser vacinado no local mais próximo).

A publicação pode ser verificada perfil verificado do Facebook de Michael Gunner.

Ele continua: "É muito provável que mais residentes serão transferidos para o campo de Howard Springs hoje, seja para casos positivos ou de pessoas que tiveram contatos próximos [com infectados]" e ainda afirmou: "Nós já identificamos pelo menos 38 contatos próximos em Binjari e esse número provavelmente subirá. Essas 38 pessoas serão transferidas imediatamente".

 

"Contatei o primeiro-ministro ontem à noite. Agradecemos o apoio de cerca de 20 membros do ADF [Exército Australiano ou Australian Defense Forces em inglês], bem como os caminhões do exército para ajudar na transferência de casos positivos e contatos íntimos - e por apoiar as comunidades. Estamos fazendo uma avaliação hoje de quais recursos extras podemos precisar dos federais, e o primeiro-ministro está pronto para ajudar mais - agradeço a ele por isso. "


Veja, em alto e bom tom durante a entrevista (em inglês):
 

AUSTRALIA - The army is now transferring positive Covid cases and contacts in the Northern Territories to ‘Quarantine Camps’ by army truck.

So it wasn’t a conspiracy theory then. #COVID19 #Australia pic.twitter.com/NfJzqrO1fz

— Bernie's Tweets (@BernieSpofforth) November 22, 2021

"Estamos cientes do fato de que isso pode ter alguns impactos na saúde mental das pessoas, bem como em seu bem-estar geral", disse o comissário de polícia Jamie Chalkner ao NT News.

Digno de nota, os Territórios do Norte são o lar de uma grande porcentagem de australianos indígenas. Como observa o jornalista Steve Milne do Epoch Times:
De acordo com o Instituto Australiano de Saúde e Bem-Estar, em 2018-19, quase um em cada cinco australianos indígenas viviam em moradias superlotadas (18%), em comparação com 5% dos australianos não indígenas. Embora essa porcentagem tenha diminuído de 27% em 2004, ainda significava que cerca de 145.340 indígenas australianos viviam em moradias superlotadas neste período.

Além disso, quanto mais remota uma área, maior a proporção de indígenas australianos que vivem em moradias superlotadas (26 por cento em áreas remotas e 51 por cento em áreas “muito remotas”), em comparação com 8 e 22 por cento em áreas não remotas.
Cinco dias atrás, a senadora dos Territórios do Norte [NT], Malarndirri McCarthy disse à rede ABC que a superlotação nas comunidades indígenas era um "grande problema", apontando para o segundo grupo de novas infecções da região - que incluía nove membros da família direta de McCarthy, incluindo sua irmã que voou de Katherine para Robinson River enquanto, sem saber, trazia COVID-19 com ela, de acordo com o relatório.

- "Se pudéssemos conseguir moradia lá agora, eu estaria empurrando isso imediatamente para o governo federal e o governo do NT trabalharem nisso, mas obviamente precisamos de recursos para fazer isso”, disse ela.

Dos nove novos casos em Binjari, quatro são mulheres e cinco são homens, incluindo uma mulher de 78 anos que foi transportada para o Hospital Darwin.

Não houve nenhum novo caso de COVID-19 relatado no domingo, no entanto, o Ministro Gunner disse que estava preocupado com a 'mistura de famílias' em Binjari e Rockhole, cujas populações são em torno de 220 e 130, respectivamente.

No domingo, Gunner disse: "Sim, essas são medidas fortes, mas a ameaça a vidas é extrema." e ainda afirmou que é uma 'comunidade com baixas taxas de imunização' e não conseguiu confirmar se os casos positivos detectados são de pessoas vacinadas.

De acordo com o site oficial sobre o COVID do Território do Norte, existem duas "instalações de quarentena supervisionadas obrigatórias" nessa parte do país.

Um [campo de concentração, vamos usar as palavras corretas] está localizado em Alice Springs, e o outro, chamado de "Center for National Resilience", em Howard Springs, ao sul de Darwin [imagem de capa da reportagem].

De acordo com a empresa de engenharia AECOM, o campo de concentração pode "hospedar" até 850 pessoas.

E com vocês, o líder australiano, ao vivo e em cores para vocês assistirem (em inglês):

Australia's leaders are dumb and authoritarian. A very bad combo. pic.twitter.com/NfHPVifaVL

— Justin Hart (@justin_hart) November 22, 2021

Gunner também afirmou que mais de 3 mil testes foram realizados no Território do Norte em apenas 24 horas. Autoridades exigiram ontem para a imprensa que os cidadãos das "cidades afetadas" busquem realizar os testes e anunciou que "um esforço extensivo para testagem em massa será realizado nas próximas 24 e 48 horas", pedindo também que as pessoas sejam vacinadas.

A conferência de imprensa pode ser assistida na íntegra aqui, confirmando integralmente as informações publicadas por nós:



Outra fonte mostrando a maluquice dos líderes australianos, criticando fortemente pessoas que criticam as vacinas, sem esconder qualquer tipo de raiva:

- "Se você é contra nossas medidas, você com certeza anti-vacina! Eu não me importo com o seu status de vacinação pessoal"

A população atual no Território do Norte é de aproximadamente 247 mil pessoas, com uma densidade populacional de menos de uma pessoa por aproximadamente 5 km quadrados.

Mais de 160 mil pessoas estão totalmente vacinadas. Apenas 266 casos confirmados de COVID-19 foram registrados desde o início de 2020.

É definitivamente o fim do mundo.

 

Apoie o jornalismo gratuito e independente
Seu apoio ajuda a proteger nossa independência para que o Tribuna Nacional continue oferecendo jornalismo independente de alta qualidade e gratuito para todos. Cada contribuição, seja grande ou pequena, ajuda a garantir nosso futuro. Se você puder, considere fazer uma doação mensal recorrente.

 

 

Fonte: https://tribunanacional.com.br/noticia/2550/o-pesadelo-de-orwell-exercito-australiano-comeca-a-transferir-infectados-pelo-virus-chines-para-campos-de-concentracao--quarentenas

Comentários