Confira os sites mais acessados da Paraíba!

Ranking com credibilidade e confiança!

Avalie os políticos da Paraíba!

Você pode ver e votar nos políticos do Estado.

Ilhas de energia no Mar do Norte em substituição aos campos de petróleo e gás

Ilhas de energia no Mar do Norte em substituição aos campos de petróleo e gás - Otávio Sá Leitão

A empresa britânica National Grid revelou que está em negociações com outras duas partes sobre a construção de uma “ilha de energia” no Mar do Norte que usaria parques eólicos para fornecer eletricidade limpa a milhões de residências no noroeste da Europa. A National Grid é uma grande desenvolvedora de cabos de longa distância na região.

 

A ideia prevê parques eólicos offshore que têm uma capacidade muito maior do que aqueles em uso hoje, com cabos elétricos submarinos levando a energia para o país que mais precisa.

“Estamos em discussões tripartite sobre uma ilha de energia à qual o Reino Unido provavelmente se conectaria”, disse Nicola Medalova da National Grid. Ela não quis nomear as outras duas partes com as quais a empresa está conversando.

“Existem agora vários conceitos de ilhas de energia sendo promovidos por diferentes partes em países como Dinamarca, Bélgica e Holanda, e estamos conversando com todos eles para entender os conceitos por aí”, disse a porta-voz.

Na Dinamarca o tema avançou após o governo anunciar que ajudaria a financiar, com £ 24 bilhões, uma ilha ao oeste do país. A Dinamarca vê um papel fundamental para a energia eólica em sua pauta de exportação na busca de outras fontes após a proibição de novos campos de petróleo e gás.

Medalova disse que as ilhas de energia podem ser construídas em uma ilha natural existente ou artificial. Ela acrescenta que o projeto em discussão visa “três pontos de conexão”, uma indicação de que os três países estão envolvidos.

No fim de semana passado, A GE Renewable Energy, subsidiária da gigante General Electric, revelou as conquistas da Haliade-X, a maior turbina eólica do mundo, que em 2019 foi capaz de gerar 12 MW, com o protótipo instalado provisoriamente em Roterdã. Dois anos depois, eles conseguiram pulverizar esse recorde atingindo 14 MW. A poderosa turbina será lançada neste ano 2021 e envolveu investimentos de 400 milhões de dólares!

Fonte: Escrito por Eratóstenes Ramalho de Araújo

Comentários