Renato Freitas: Câmara Aponta Que E-Mail Racista Enviado Ao Vereador Foi Forjado

Renato Freitas: Câmara Aponta Que E-Mail Racista Enviado Ao Vereador Foi Forjado - Otávio Sá Leitão

O Vereador Renato Freitas(PT) de Curitiba que ficou conhecido em todo o país após comandar uma baderna e invadir uma igreja durante uma missa voltou aos holofotes. Em processo de cassação do seu mandato, o vereador havia dito que recebera um e-mail racista. O objetivo era cancelar a cassação do seu mandato.

O relatório preliminar da investigação sobre o e-mail de cunho racista e com ameaças recebido pelo vereador Renato Freitas aponta que o material foi forjado e enviado de um servidor anônimo hospedado fora do país. A informação foi divulgada pela Câmara municipal de Curitiba.

 

 

O processo de cassação do vereador Renato Freitas havia sido suspenso

Vale lembrar que o vereador Renato Freitas (PT) é acusado de quebra de decoro por invadir uma igreja em Curitiba durante uma manifestação contra o racismo. Em seguida, o processo de cassação foi suspenso porque o petista teria recebido um e-mail com ofensas racistas do relator do processo.

Ironicamente agora, o tal e-mail foi apontado como forjado. Internautas comentaram o caso na web. “Esquerdistas são assim: eles cometem o crime (muitas vezes contra eles próprios) e forjam tudo para que os inimigos deles (ou seja, os conservadores) paguem pelo que eles fizeram.” Comentou um internauta.

Fonte: News Atual


Participe do nosso grupo MÍDIA LIVRE no WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/J1XtopqyAuU1L7NZugWTKb

Comentários