Confira os sites mais acessados da Paraíba!

Ranking com credibilidade e confiança!

Gilmar rebate críticas da PGR ao inquérito das fake news

Gilmar rebate críticas da PGR ao inquérito das fake news - Otávio Sá Leitão

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, rebateu, nesta segunda-feira (5), as críticas da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, sobre controverso inquérito aberto prelo presidente da Corte, Dias Toffoli.

Em manifestação enviada ao tribunal na semana passada, Dodge pediu a anulação do inquérito e alertou para a possibilidade de procuradores entrarem na mira da investigação.

Mendes negou que o inquérito instaurado pelo próprio Supremo para apurar ameaças, ofensas e fake news disparadas contra integrantes da Corte represente um “tribunal de exceção”.

 

O ministro disse a jornalistas que o objetivo da investigação é tentar pôr fim a ataques contra o tribunal. “Portanto, nada de tribunal de exceção”, disse Mendes.

Segundo o jornal Estadão, o magistrado ainda acrescentou:

“A rigor, nunca ninguém disse que os inquéritos feitos pelo Ministério Público são inquéritos de tribunal de exceção. Agora há um problema aqui que não está sendo considerado, que é relevante: a dificuldade que se tem de fazer investigação relativa a membros do Ministério Público. Veja, o próprio CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público, que investiga a conduta de procuradores) funciona muito mal. A Corregedoria do Ministério Público praticamente não funciona.”

E acrescentou:

“Estamos a falar de uma questão que, em termos republicanos, é muito séria. Quem vigia o guarda neste caso? Os mal-feitos cometidos por procuradores são investigados por quem? Essa é uma questão que precisa ser respondida. É preciso que haja investigação.”

Fonte: Renova midia

Comentários