Confira os sites mais acessados da Paraíba!

Ranking com credibilidade e confiança!

Avalie os políticos da Paraíba!

Você pode ver e votar nos políticos do Estado.

Bolsonaro nem precisava ter convocado as manifestações contra Congresso e STF

Bolsonaro nem precisava ter convocado as manifestações contra Congresso e STF - Otávio Sá Leitão

José Carlos Werneck

O presidente da República, Jair Bolsonaro, jamais deveria ter se metido nessa confusão de convocar a população para as manifestações do próximo dia 15 de março, com objetivo de protestar contra o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal.

Além de ir contra Montesquieu (que ele, o senador Davi Alcolumbre, presidente do Senado, e o deputado Rodrigo Maia, presidente da Câmara, talvez creiam ser um jogador do Paris Saint Germain) e sua Teoria da Separação dos Poderes, não é papel de um Chefe de Estado fomentar dissídios entre os Poderes constituídos, embora Getúlio Vargas, hoje consagrado com estadista e democrata exemplar, tivesse um santo horror à Câmara e ao Senado, tanto que manteve fechado o Congresso por nove anos, durante a mais cruel, impiedosa, odiosa e sangrenta ditadura vivida pelo Brasil, naquele período funesto e de triste lembrança.

OUTROS DEMOCRATAS – Os seguidores de Vargas, como Leonel Brizola, tido como o Campeão da Legalidade, não ficam atrás. Quando deputado federal pelo extinto Estado da Guanabara, da tribuna da Câmara Brizola pregava em célebres e violentíssimos discursos, que hoje podem ser lidos nos Anais daquela Casa Legislativa, medidas duras contra o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal.

O “democrata” Darcy Ribeiro, chefe da Casa Civil de João Goulart, tinha um plano de eliminar fisicamente (leia-se: matar) o então presidente do STF, o bravo ministro Álvaro Moutinho Ribeiro da Costa,  e alguns outros integrantes da Corte, que no seu entender atrapalhavam as reformas propostas pelo governo de então.

Felizmente vozes mais sensatas e equilibradas, como a do ponderado, inatacável e respeitadíssimo ministro Waldir Pires, não concordaram com as ideias de Darcy.

QUEM APOIA REGALIAS? -Qual o cidadão, seja ele rico, de classe média alta, média ou baixa que no pleno exercício de suas faculdades mentais irá apoiar instituições, cujos membros, além de excelentes salários, têm uma infinidade de absurdos e injustificáveis privilégios pagos pelo contribuinte brasileiro?

Podem aqui ser citadas as regalias mais conhecidas, tais como casas ou apartamentos funcionais, de excelente padrão, auxílio-moradia, auxílio paletó, auxílio alimentação de alto custo, auxilio educação para os filhos, carro, oficial, passagens aéreas, auxílio saúde, com direito a hospitais de alto padrão, como o Sírio Libanês, o Albert Einstein e outros de igual qualidade.

SACRIFÍCIOS E PESADELOS – Atualmente, os brasileiros que ainda conseguem ter um plano se saúde fazem verdadeiros malabarismos financeiros para manter as mensalidades em dia.

Para a maioria do povo brasileiro, ir a um supermercado, para comprar os itens básicos, tem sido um pesadelo. Não existe nada barato. Baixo, somente os salários daqueles que ainda têm a sorte de se manterem empregados. A maioria das aposentadorias e pensões é miserável. Para sobreviver os cidadãos, depois de aposentados são obrigados a trabalhar até a morte.

ASSUNTO DAS RUAS – O presidente Jair Bolsonaro perdeu tempo ao pedir à população que apoiasse tais protestos. Não precisava pedir nada. Esse assunto diz respeito às ruas.

E como ensinava o grande Ulysses Guimarães, que dominava o assunto: “A liberdade de expressão é apanágio da condição humana e socorre as demais liberdades ameaçadas, feridas ou banidas. É a rainha das liberdades.”

Fonte: TRIBUNA DA INTERNET

Comentários