Doria diz que votará nulo em cenário com Lula e Bolsonaro: “Brasil não precisa de um populista”

Doria diz que votará nulo em cenário com Lula e Bolsonaro: “Brasil não precisa de um populista” - Otávio Sá Leitão

Em entrevista à Revista Veja, o ex-governador de São Paulo João Doria (PSDB) disse que, em uma disputa entre os dois pré-candidatos que lideram as pesquisas de intenção de voto até o momento, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL), votaria nulo.

Terceira via

“Vejo com dificuldades a terceira via. Não quero fazer prognósticos, nem deixar de ter respeito por Simone Tebet, Luiz Felipe d’Avila, Luciano Bivar, Ciro Gomes e outros candidatos. A bipolarização se fortaleceu de tal forma que, lamentavelmente, o destino do Brasil é ser governado por um populista, de esquerda ou de direita. Lula e Bolsonaro não representam esperança para o Brasil. Infelizmente, nas eleições, vivemos um pêndulo, que sai da extrema esquerda e vai para a extrema direita. Os extremos se tocam nos procedimentos, nas condutas equivocadas, no empoderamento excessivo e nas práticas pouco democráticas”.

Lula x Bolsonaro no 2° turno

“Pela primeira vez na vida, se isso acontecer, vou anular o meu voto. Nunca votei em branco e nunca anulei. Quero estar em paz com minha consciência”

 

“O Brasil não precisa de um populista à frente do país, mas é isso que vai acontecer. O populismo não vai diminuir a miséria, nem melhorar a condição do povo. Quando você tem governos populistas, você impõe sofrimento, mordaça, atitudes que condenam as ideias mais modernas de liberalismo econômico. O Brasil não precisa de ideologia. Precisa mesmo é de administração, gestão, eficiência, honestidade”, acrescentou Doria

Fonte: Gazeta Brasil


Participe do nosso grupo MÍDIA LIVRE no WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/J1XtopqyAuU1L7NZugWTKb

Comentários