Portal mídia livre 15 anos

VOCÊ É EMPÁTICO APENAS COM QUEM VIVE OS SEUS DRAMAS OU COM QUALQUER PESSOA QUE SOFRE? Confira!

O que define o caráter empático, solidário e libertário de uma pessoa é a sua capacidade de se importar e de se envolver com o drama vivido pelos outros. Isso é empatia. É tentar compreender e aceitar e respeitar o que você não vive , o que você não sente na carne. É um branco se colocar no lugar de um negro. Um heterossexual no lugar de um homossexual ou bissexual ou transexual. É um rico se colocar no lugar de um pobre. É uma mulher jovem ou um homem se colocar no lugar de uma mulher mais velha.

VOCÊ É EMPÁTICO APENAS COM QUEM VIVE OS SEUS DRAMAS OU COM QUALQUER PESSOA QUE SOFRE? Confira!

Falamos muito sobre empatia nos últimos tempos. É um dos temas que mais gosto. Mas, a vida , nos últimos dias , me levou a fazer a seguinte pergunta: A maioria das pessoas que se diz empática , é empática apenas com aqueles que vivem seus dramas ou com qualquer pessoa que sofre?

Defendemos bravamente os direitos do nosso grupo social ou defendemos qualquer grupo que sofra discriminação? É preciso ser judeu, cigano ou eslavo para odiar o Nazismo? É preciso ser armênio para odiar o que os turcos fizeram contra os armênios antes do Nazismo?

É preciso ser negro para odiar a escravidão? É preciso ser gay para defender os direitos civis dos homossexuais? É preciso ser transexual para se solidarizar com os dramas vividos por este grupo social? É preciso ser uma mulher com 40 anos ou mais , numa sociedade como a brasileira , que valoriza demasiadamente a juventude, para entender os dramas sofridos por mulheres mais velhas que optam por um estilo de vida menos tradicional?

É preciso ser obeso numa sociedade fitness para respeitar as pessoas obesas? É preciso ter um filho com Síndrome de Down ou com autismo para respeitar e valorizar as crianças com Síndrome de Down e autismo? É preciso ser pobre para saber o que as pessoas de baixa renda padecem numa sociedade capitalista?

O que define o caráter empático, solidário e libertário de uma pessoa é a sua capacidade de se importar e de se envolver com o drama vivido pelos outros. Isso é empatia. É tentar compreender e aceitar e respeitar o que você não vive , o que você não sente na carne. É um branco se colocar no lugar de um negro. Um heterossexual no lugar de um homossexual ou bissexual ou transexual. É um rico se colocar no lugar de um pobre. É uma mulher jovem ou um homem se colocar no lugar de uma mulher mais velha.

Ser empático é entender que um homem branco heterossexual também pode ser vítima de preconceitos. Ser empático é entender que o outro também sofre seus dramas. É aceitar que entre as pessoas ricas e famosas também existe sofrimento.

Defender os direitos do próprio grupo é determinação . É proatividade. Defender os direitos de outros grupos ou simplesmente respeitar os dramas de pessoas que não fazem parte de nenhum grupo discriminado pela sociedade é empatia. Lutar pela própria causa é muito admirável. Lutar pela causa do outro é empatia.



Texto Silvia Marques

Mais Notícias

COM O BAFO NO CANGOTE SOPRADO DESDE A VENEZUELA, DILMA EM QUEDA LIVRE ESPERNEIA TENTANDO SE SALVAR. MAS NÃO TEM VOLTA. Click e veja no site de Tavinho
COM O BAFO NO CANGOTE SOPRADO DESDE A VENEZUELA, DILMA EM QUEDA LIVRE ESPERNEIA TENTANDO SE SALVAR. MAS NÃO TEM VOLTA. Click e veja no site de Tavinho

COM O BAFO NO CANGOTE SOPRADO DESDE A VENEZUELA, DILMA EM QUEDA LIVRE ESPERNEIA TENTANDO SE SALVAR. MAS NÃO TEM VOLTA.

O ANO NÃO É NOVO SE VOCÊ NÃO MUDA Click e veja no site de Tavinho
O ANO NÃO É NOVO SE VOCÊ NÃO MUDA Click e veja no site de Tavinho

"Não deve prometer andar na escuridão aquele que não viu o anoitecer." (Tolkien)

Lula está refugiado na Granja do Torto. Será que ele está se escondendo dos Oficiais de Justiça? Click aqui
Lula está refugiado na Granja do Torto. Será que ele está se escondendo dos Oficiais de Justiça? Click aqui

O futuro ex-ministro da Casa Civil, Luiz Inácio Lula se refugiou na Granja do Torto, residência oficial da Presidência da República