Portal mídia livre 15 anos

Urgente. PF na Universidade Tecnológica do Paraná. Confira!

Compartilhe

Urgente. PF na Universidade Tecnológica do Paraná. Confira!
A Polícia Federal deflagrou também a Operação 14 Bis, que investiga gestores e empresas por fraudes em contratos na Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Há indícios de irregularidades de desvios de R$ 5,7 milhões.

Cerca de 90 Policiais Federais e servidores da CGU e Receita Federal cumprem 20 mandados de prisão temporária e 26 mandados de busca e apreensão, além de sequestro e indisponibilidade de bens.

A ação ocorre nas cidades de Uraí, Cornélio Procópio, Nova América da Colina e Maringá, todas no Paraná.

Segundo a PF, as investigações apontaram a ocorrência de irregularidades graves em contratos celebrados entre a UTFPR-CP e empresas que prestaram serviços de manutenção predial, manutenção de ar-condicionado, manutenção de veículos, fornecimento de materiais de construção e serviços de reprografia.

Roubaram até na xérox.

The post Urgente: PF na Universidade Tecnológica do Paraná appeared first on O Antagonista.

A Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) é uma universidade pública mantida pelo governo federal e sua sede esta localizada na cidade de Curitiba, capital do estado brasileiro do Paraná. As bases da instituição decorrem do antigo Centro Federal de Educação Tecnológica do Paraná(CEFET-PR).

A instituição abrange cursos técnicos integrados e o ensino superior, oferecendo diversos cursos: Bacharelados, Licenciaturas e Tecnológicos, no qual muitos acadêmicos podem estender sua formação para Mestrados e Doutorados em diversas áreas de conhecimento. [2]Obteve a melhor avaliação dentre as instituições federais de ensino superior do Paraná segundo o IGC divulgado em 2013 e 2014,[3][4][5] este consistindo em um indicador de qualidade criado pelo MEC que avalia as instituições com base na média ponderada das notas dos cursos de graduação e pós-graduação de cada instituição.

O Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, à época, sancionou o projeto de transformação do CEFET-PR em universidade, no dia 7 de outubro de 2005. A lei foi publicada no Diário Oficial da União no dia 10 de outubro de 2005. [6]

O trâmite do projeto no legislativo começou em outubro de 2004, mas a ideia da mudança teve origem em 1998. Com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), de 1996, que extinguia os cursos técnicos na forma integrada (técnico simultâneo com o ensino médio), o CEFET-PR mudou seu foco essencialmente de educação profissional de nível médio para instituição voltada à graduação. Essa mesma lei também possibilita a criação de universidades especializadas no campo do saber.

A UTFPR conta com treze câmpus no Estado do Paraná, nas cidades de: Apucarana, Campo Mourão, Cornélio Procópio, Curitiba (dividido nas sedes Centro e Ecoville),[7] Dois Vizinhos, Francisco Beltrão, Guarapuava, Londrina, Medianeira, Ponta Grossa, Pato Branco, Toledo e Santa Helena.

Tendo como o objetivo a formação de profissionais ativos e dedicados no desenvolvimento nacional, a UTFPR conta com cursos como o Técnico Pós-Médio (técnico para alunos que já concluíram o ensino médio), Tecnologia, Graduação, Pós-graduação, sendo o curso de mestrado em Engenharia Elétrica o primeiro do Paraná e o curso de Doutorado também de Engenharia Elétrica o primeiro e o único do Paraná.

É uma das 51 instituições de ensino administrada pela esfera federal, que está já está utilizando o Sistema de Seleção Unificada (SiSU) para ingresso nos cursos de nível superior, que utiliza a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para a seleção de seus futuros alunos. A Universidade está inserida no Plano de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais que com as obras finalizadas somarão mais 19.000 vagas até 2012, totalizando 40 mil alunos em toda a rede de ensino.