Portal mídia livre 15 anos

Sérgio Moro humilha compadre de Lula ao dizer que advocacia não inclui produção de documentos falsos. Confira!

Compartilhe

Sérgio Moro humilha compadre de Lula ao dizer que advocacia não inclui produção de documentos falsos. Confira!

Em resposta a um pedido do advogado Roberto Teixeira, compadre de Lula e réu em ação penal sobre o sítio de Atibaia, o juiz Sérgio Moro foi firme em sua argumentação. 

A manifestação do juiz foi enviada hoje ao TRF-4. Teixeira havia pedido para ser excluído do processo, com a alegação de estar sendo acusado “apenas e exclusivamente” por condutas praticadas no regular exercício da advocacia.

O site O Antagonista separou um trecho da resposta do brilhante juiz. 

Confira:

“Se a denúncia [do MPF] estiver correta no ponto e, portanto, se Roberto Teixeira orientou a produção de documentos fraudulentos para ocultar o envolvimento da Odebrecht na reforma do sítio em Atibaia e ainda que o real beneficiário dela era o então presidente, é de se afastar a alegação de que ele estaria sendo acusado por atos regulares da advocacia, já que a nobre profissão não abrange a conduta de produção de documentos falsos para acobertar a concessão de vantagem indevida a agentes públicos.”