Senado da República vira “Casa de Mãe Joana. Confira!

Compartilhar

Senado da República vira “Casa de Mãe Joana. Confira!
A oposição que atua hoje no Senado da República tem uma das piores representações, em toda a história, da mais alta casa legislativa do País. Recentemente, um bando de   senadoras destabanadas ocuparam a mesa diretora daquela casa e, aboletadas ilegalmente onde não poderiam usurpar, comendo “quentinhas” em meio a risadas,  protestavam contra uma lei que seria votada democraticamente -- pela maioria dos senadores --naquele dia. 

Cena típica da ditadura venezuelana, que vive seus estertores. Ontem tivemos mais um dos "peripaques", ou seja os costumeiros atos de desequilíbrio emocional e histerismo de Lindberg Farias. Tudo isto serve-nos para comparar como era diferente o Senado durante do Império do Brasil.

Segundo José Celso de Macedo Soares: “O Senado Imperial tinha mais ou menos as funções que o atual Senado: Câmara revisora e também iniciadora de leis, entretanto, a eleição de seus membros diferia totalmente dos dias atuais”.
“O Senado do Império sempre foi o celeiro dos grandes nomes que foram à base das instituições brasileiras, à época. Para só citar alguns nomes que fazem parte da História do Brasil: Visconde do Uruguai, Visconde de Itaboraí, Eusébio de Queiroz, Teófilo Otoni, Paranhos, Nabuco de Araújo, e a lista seria tão extensa que não caberia neste espaço. De iniciativa do Senado partiram as grandes leis que moldaram nossa história, sobressaindo-se a maior de todas: a que aboliu a escravidão”.

***   ***   ***
Veio a Republica. Mesmo hoje, quem poderíamos citar como nomes que poderiam rivalizar, em influencia nacional, com aqueles do Império que mencionei anteriormente? Só se considerarmos como tal, os “ Calheiros”, os “Jucás” os “Lindbergs” , as “Fátimas Bezerra”, as  Reginas Souza”, as “Gleisis Hoffmann”, as  “Vanessas  Grazziotin”...as pseudos estrelas  do Senado.
Outros tempos, outros costumes. E a coisa só tende a piorar.

0 Comentários

Deixe seu comentário

ATENÇÃO!    Todos os comentários passam por moderação.