Portal mídia livre 15 anos

Reserva Nacional do Cobre extinta por Temer englobava nove áreas ambientais. Confira!

Compartilhe

Reserva Nacional do Cobre extinta por Temer englobava nove áreas ambientais. Confira!

O presidente Michel Temer editou decreto nesta segunda-feira (23), que extingue a Reserva Nacional de Cobre, localizada nos Estados do Pará e do Amapá, e que havia sido instituída em 1984. A decisão está publicada no Diário Oficial da União (DOU). Segundo o texto, a extinção da reserva e seus associados “não afasta a aplicação de legislação específica sobre proteção da vegetação nativa, unidades de conservação da natureza, terras indígenas e áreas em faixa de fronteira”.

A reserva do cobre foi criada por meio de um decreto publicado em 24 de fevereiro de 1984. Numa canetada, o presidente militar João Figueiredo esquadrinhou uma área de mata fechada com tamanho equivalente ao do Estado do Espírito Santo, ou oito vezes a dimensão do Distrito Federal. O plano dos militares era explorar, por meio de uma estatal, grandes jazidas de cobre incrustadas na região, mineral extremamente valorizado à época por conta das atividades do setor elétrico. Ocorre que esse plano nunca saiu do papel. Passados 33 anos desde a criação da reserva, o que de fato se criou sobre essas terras foram delimitações de sete florestas protegidas e duas terras indígenas, cobrindo praticamente 80% de toda a área.

ÁREAS PROTEGIDAS – A pedido da reportagem, o Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio) localizou cada uma das unidades e terras indígenas sobre a região.

A área engloba nove áreas protegidas: o Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque, as Florestas Estaduais do Paru e do Amapá, a Reserva Biológica de Maicuru, a Estação Ecológica do Jari, a Reserva Extrativista Rio Cajari, a Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Rio Iratapuru e as Terras Indígenas Waiãpi e Rio Paru d’Este. De todas essas unidades e terras indígenas, apenas uma pequena parcela da Floresta Estadual Paru prevê atividades de mineração. Nas demais áreas, a exploração é 100% proibida, seja por conta da relevância ambiental da unidade ou por falta de um plano de manejo florestal.

Mais Notícias

HISTORIADORA: OSSADAS NÃO IDENTIFICADAS SÃO UMA FARSA. Click e veja no site de Tavinho. Click e veja no site de Tavinho
HISTORIADORA: OSSADAS NÃO IDENTIFICADAS SÃO UMA FARSA. Click e veja no site de Tavinho. Click e veja no site de Tavinho

A HISTORIADORA MYRIAN LUIZ ALVES E, À DIREITA, EM TRABALHO DE CAMPO: SUMIÇO DOS OSSOS É UMA FARSA.

Adriane Galisteu posta foto rara do carro que ela ganhou de Ayrton Senna. Click aqui
Adriane Galisteu posta foto rara do carro que ela ganhou de Ayrton Senna. Click aqui

“A pedido da sua dona Adriane Galisteu, fazendo a manutenção do seu Uno Mille/93 com muito amor e carinho!”, contou o profissional, exibindo uma foto do automóvel.