Portal mídia livre 15 anos

Polícia Federal encontra indícios de propina de R$ 105 milhões para Geddel e Cunha

Compartilhe

Polícia Federal encontra indícios de propina de R$ 105 milhões para Geddel e Cunha

A Polícia Federal apontou em seu relatório final da Operação Cui Bono? indícios de que o ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB-BA) recebeu R$ 16 milhões em propina para influenciar a liberação de recursos da vice-presidência de Pessoa Jurídica da Caixa. 

Segundo o Estadão, no mesmo documento, o delegado Marlon Cajado também cita que o ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (MDB-RJ) foi o destinatário de entregas de valores que somados alcançam R$ 89 milhões.

Os pagamentos a Geddel e Cunha, segundo a PF, foram feitos por meio do corretor Lúcio Funaro, apontado como operador de propina do grupo político do MDB da Câmara.

Mais Notícias

Bolsonaro cresce pois fala dos problemas que Aécio despreza. Click aqui
Bolsonaro cresce pois fala dos problemas que Aécio despreza. Click aqui

Liberais e conservadores notam o descaso do PSDB com a grave questão da segurança pública, um dos temas mais endereçados pelo deputado.

PSDB Quer Flexibilizar Lei Trabalhista E Manter Contribuição Sindical. Confira!
PSDB Quer Flexibilizar Lei Trabalhista E Manter Contribuição Sindical. Confira!

Principal partido aliado do governo Michel Temer, o PSDB defendeu nesta terça-feira (16) flexibilizações pontuais na reforma trabalhista, mas a manutenção da contribuição sindical optativa.