Leblon E Ipanema Vivem Noite De Terror Com Assaltos E Tiroteio Após Blocos De Carnaval No Rio. Confira!

Compartilhe

Leblon E Ipanema Vivem Noite De Terror Com Assaltos E Tiroteio Após Blocos De Carnaval No Rio. Confira!

Leblon e Ipanema, bairros da Zona Sul do Rio, têm vivido momentos de alegria, mas também de terror durante o carnaval 2018. Quando chega a noite, criminosos agem livremente e apavoram moradores e turistas, apesar da promessa das autoridades de reforço na segurança pública durante a folia.

Neste domingo (11), as cenas de violência se repetiram. Ao menos seis pessoas foram vítimas de assaltos e uma troca de tiros na Avenida Afrânio de Melo Franco terminou com policiais e um suspeito baleados. Em Copacabana, um policial civil foi roubado e espancado.

No episódio da Afrânio de Melo Franco, uma das principais vias do Leblon, militares tentaram impedir o roubo de um carro e houve troca de tiros com os assaltantes.

A troca de tiros deixou dois PMs feridos, um deles levou um tiro de raspão no rosto. Ele foi socorrido para o Hospital Miguel Couto, atendido e liberado. Outro militar foi atingido na perna e precisou ser internado.

Os PMs foram identificados como Leonardo Souza dos Santos e André Duarte da Silva. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, André foi socorrido no Hospital Municipal Miguel Couto e está em estado estável. Já Leonardo não recebeu atendimento médico.

Segundo informações do batalhão do 23º Batalhão de Polícia Militar (Leblon), um dos assaltantes conseguiu fugir roubando um carro.

Na orla de Ipanema, durante a noite, ao menos seis pessoas foram assaltadas e um suspeito acabou detido. Também neste domingo, durante a madrugada, criminosos agiram livremente na região

Policial Civil Espancado

Durante o desfile de um bloco de carnaval em Copacabana, também na Zona Sul, um policial civil foi roubado e espancado. Identificado como Rhuan Felipe Alves dos Santos, de 29 anos, ele é lotado na 24ª DP (Piedade) e disse que teve roubados relógio, óculos e carteira com cerca de R$ 700.

Vídeos registraram o momento em que Rhuan foi atacado por um bando. Ele contou que, primeiro, tentou segurar um ladrão, que teria se apresentado a ele como policial. Após detê-lo, Rhuan foi cercado e espancado por outros homens.

Arrastão Em Niterói

A violência não se restringiu à Zona Sul da capital.

quadrilha aparece roubou pertences de pessoas na porta de um prédio. Foi  possível ver um carro com as portas abertas, que seria das vítimas.

Depois do ataque, os criminosos correm pela rua. Um deles está armado e rende o motorista de um carro. Na sequência, eles rendem o motorista de outro carro. Um dos veículos é levado na fuga.

Das janelas, moradores dos prédios gritam “pega ladrão”.

O Batalhão de Polícia Militar responsável pelo patrulhamento em Niterói informou que não tinha conhecimento de uma ocorrência neste sentido na região.

Reforço De 17 Mil Homens

Antes do início do carnaval, o governador Luiz Fernando Pezão afirmou que haveria um reforço de 17 mil militares a mais no policiamento das ruas. A Operação Carnaval teve início na quinta-feira (8) e irá até a quarta-feira de cinzas.

0 Comentários

Deixe seu comentário

ATENÇÃO!    Todos os comentários passam por moderação.