Portal mídia livre 15 anos

Em Despacho E Com Um Breve Desabafo, Sérgio Moro Pela Primeira Vez Abre Mão De Processo

Compartilhe

Em Despacho E Com Um Breve Desabafo, Sérgio Moro Pela Primeira Vez Abre Mão De Processo

O juiz federal Sergio Moro, responsável pela Lava Jato, recusou-se em julgar um processo que faz parte da 48° fase das investigações. Pela primeira vez, deste o início da maior operação anticorrupção do Brasil, o juiz abriu mão de uma ação penal.

Sergio Moro escreveu em despacho um breve desabafo, disse estar sobrecarregado. Além do mais, o juiz justificou que a ação penal não tem relação com a Petrobras ou com o Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht, o conhecido “setor de propinas”.

O processo negado trata-se de uma concessionária de pedágios do Paraná, que teria pago propina para agentes públicos. Quando o processo chegou ao juiz, os advogados dos investigados questionaram a competência. No entanto, o Ministério Público Federal reafirmou que o processo iria para Moro. Agora, o juiz descarta participar da ação penal.

Segundo Moro, as decisões tomadas no processo não serão anuladas, porém serão remetidas para outra vara criminal de Curitiba.

A 48° Fase Da Lava Jato

As investigações dessa fase colocaram na cadeia seis pessoas, dentre elas o ex-diretor-geral Nelson Leal Junior, do Departamento de Estradas de Rodagem no Paraná (DER-PR). A operação partiu da Justiça Federal de Jacarezinho, enviadas então para Moro devido a credibilidade em crimes de lavagem de dinheiro.

Os operadores Adir Assad e Rodrigo Tacla Duran estão envolvidos na ação.

Devido a quantidade de inquéritos em que atua, Sergio Moro determinou que este processo não traria tantas dificuldades. Além do mais, o caso não teria relação direta com a Odebrecht ou Petrobras. O juiz decidiu remeter para outra vara, poupando sobrecarga em seus trabalhos.

Mais Notícias

NÃO COLOU. CLICK E VEJA NO SITE DE TAVINHO
NÃO COLOU. CLICK E VEJA NO SITE DE TAVINHO

As 5 vezes que Cunha disse que não mentiu, mas não convenceu