Portal mídia livre 15 anos

Eliana Calmon Ex Ministra Do STJ Diz Que Juízes Acham “Inconstitucional” Serem Investigados. Confira!

Compartilhe

Eliana Calmon Ex Ministra Do STJ Diz Que Juízes Acham “Inconstitucional” Serem Investigados. Confira!

A ex-ministra do STJ, Eliana Calmon explicou em vídeo porque a Lava Jato não irá chegar e investigar a corrupção no Judiciário, a mesma afirmou antes que a delação da Odebrecht não seria verdadeira se não chegasse no Judiciário, pois segundo Eliana Calmon a empresa nunca tinha perdido uma sequer questão no Judiciário antes, incluindo licitações:

“Nessa república louca que é o Brasil, temos aí o Executivo e o Legislativo altamente envolvidos nas questões da Odebrecht, de acordo com as delações no âmbito da Operação Lava Jato. Tem-se aí pelo menos uns 30 anos em que a Odebrecht ganha praticamente todas as ações na Justiça. O Judiciário nunca toma uma posição contrária à empresa? Será que o Judiciário é o mais correto dos poderes? Em todas essas inúmeras licitações que a Odebrecht já ganhou no Brasil nunca a Justiça encontrou nada suspeito sem que precisasse alguém denunciar”, questiona a ministra em entrevista ao jornal Tribuna da Bahia.

Agora Eliana volta a explicar porque a Lava Jato não deve ir investigar provável corrupção no Judiciário, segundo a mesma, até os advogados de réus/processados na Lava Jato orientariam seus clientes a não falar de juízes, pois poderia gerar reações contra os mesmos .

Agora Eliana volta a explicar porque a Lava Jato não deve ir investigar provável corrupção no Judiciário, segundo a mesma, até os advogados de réus/processados na Lava Jato orientariam seus clientes a não falar de juízes, pois poderia gerar reações contra os mesmos .

Mais Notícias

A VERGONHA JÁ É INTERNACIONAL. Confira aqui
A VERGONHA JÁ É INTERNACIONAL. Confira aqui

A contratação de Bruno por parte do Boa Esporte Clube, que fica na cidade de Varginha, provocou a imprensa mundial em razão do acontecimento em que se envolveu o ex-atleta.

SHOW no congresso. Click aqui
SHOW no congresso. Click aqui

O cantor Chico Buarque, petista ‘roxo’ e defensor da futura ex-presidenta Dilma Rousseff, estará presente na sessão de amanhã (29) no Senado