Portal mídia livre 15 anos

Dilma não sai - e o PIB desaba: economia no vermelho por dois anos seguidos.

Nao sai

Dilma não sai - e o PIB desaba: economia no vermelho por dois anos seguidos.
O mercado já prevê queda de 3 por cento do PIB em 2015. A decadência ética e política do nefasto lulopetismo atinge profundamente a economia. E os poderes estão paralisados na sua própria podridão - com a rara exceção de alguns setores da Justiça. Fiquem esperando a explosão nacional que virá, fiquem: 


As novas previsões feitas pelo mercado financeiro para o boletim Focus mostram que o fim do poço pode ser bem mais fundo do que se imaginava no início do ano. Os analistas voltaram a piorar as estimativas dos principais indicadores da economia brasileira tanto para este como para o próximo ano. Agora, esperam uma queda no Produto Interno Bruto (PIB) de 3,02% - na semana passada era de 3%; e uma inflação de 9,85% ante a projeção anterior de 9,75%. As informações constam do relatório divulgado nesta segunda-feira.

No caso do PIB, trata-se da décima quinta semana consecutiva em que o indicador é ajustado para baixo. Se confirmado, será o pior resultado da economia brasileira desde 1990, quando encolheu 4,35%. Para 2016, o mercado espera um recuo de 1,43%, perspectiva bem pessimista se levar em conta que os analistas apostavam em crescimento no próximo ano no início de 2015. Na semana passada, a projeção era de 1,22% negativo.

Em relação à inflação, trata-se do sexto ajuste seguido para cima. E o mercado ainda não consegue visualizar uma trégua no ano que vem, mesmo com a taxa básica de juros (a Selic) no seu maior patamar desde 2006. Para 2016, a projeção do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) foi aumentada de 6,12% para 6,22%.

Os analistas do Focus mantiveram a expectativa de que não haverá mais nenhum reajuste na Selic neste ano. Desde o último aumento, a taxa básica de juros está na casa dos 14,25%. Para 2016, a previsão é de que ela diminua até 13%, o que indica que os juros continuarão elevados no próximo ano para conter a alta da inflação. Em relação ao câmbio, o mercado vê que o dólar encerrará 2015 a 4 reais e 2016 a 4,20 reais.

O boletim Focus é produzido a partir das estimativas de mais de 100 instituições financeiras e é divulgado às segundas pelo Banco Central.

Mais Notícias

PEC DOS GASTOS SERÁ APROVADA AINDA ESTE MÊS. Click aqui
PEC DOS GASTOS SERÁ APROVADA AINDA ESTE MÊS. Click aqui

VOTAÇÃO NO SENADO DEVE SER CONCLUÍDA ANTES DO FIM DESTE MÊS

O corpo humano pode ser extremamente nojento, e essas 16 fotos de zoom provam isso. Click aqui
O corpo humano pode ser extremamente nojento, e essas 16 fotos de zoom provam isso. Click aqui

E então querido leitor, qual dessas imagens mais te impressionou? E qual te deu um certo ‘nojinho’?