Portal mídia livre 15 anos

Curtindo A Vida Boa E Luxuosa Filhos Do Ex-Presidente Lula Colocam O Pai Em “Enroscada”

Compartilhe

Curtindo A Vida Boa E Luxuosa Filhos Do Ex-Presidente Lula Colocam O Pai Em “Enroscada”

Nesta terça-feira (15), a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entrou com um pedido ao juiz federal Sérgio Moro para que autorize o desbloqueio de uma forma imediata do dinheiro pertencente a Lula e a sua esposa falecida, dona Marisa Letícia.

O juiz já havia comunicado aos advogados que liberaria o dinheiro de fundos de previdência após a defesa comprovar a origem lícita dos cerca de R$ 9 milhões que estão depositados nas contas do petista. Conforme a denúncia, Lula pode ter se beneficiado de dinheiro de propina e o juiz quer provas que o dinheiro veio de uma forma legal.

Os advogados do petista não conseguiram, até o momento, atender o pedido de Moro  e decidiram insistir para que o juiz tivesse piedade de Lula , já que o ex-presidente estaria precisando do dinheiro para pagar sua defesa e ajudar a família, além de prover sua subsistência.

O problema é que uma matéria da revista Crusoé mostrou um outro lado que Lula tenta possivelmente “esconder”. Conforme a matéria, os filhos do ex-presidente gozam de vida boa e luxuosa.

A família possui apartamentos em locais nobres, carros de luxo e dividendos milionários. O filho mais famoso do petista, Fábio Luis, conhecido como Lulinha, é o mais sortudo no quesito financeiro. Ele ganha mais de R$ 70 mil por mês, entrando para a estatística dos 0,15% de brasileiros que conseguem chegar a esse patamar.

Mas Lula demonstra desconhecer isso. Lula tem se queixado a todo momento das investigações que se aproximam de sua família e sempre diz que a Operação Lava Jato tem devastado a vida deles. “Eu tenho todos os meus filhos desempregados”, disse numa entrevista. Ele ainda declarou que ninguém consegue arrumar emprego.

Defesa do petista
Os advogados insistem na tese de que a decisão de bloqueio vinda do Ministério Público Federal (MPF) é ilegal, já que os valores são considerados, segundo eles, lícitos.

Um dos argumentos usados pela defesa do petista, é que de acordo com o Código de Processo Penal, a competência em determinar o bloqueio do dinheiro deveria ser do juízo cível e não do criminal, onde se enquadra Moro.

Bens bloqueados
Em julho do ano passado, Moro determinou o bloqueio de três apartamentos em São Bernardo do Campo, um terreno e dois automóveis. Moro determinou também o bloqueio de R$ 606.727,12 que estão divididos em várias contas bancárias do petista.

O Tribunal Regional Federal da 4° Região (TRF-4) manteve a decisão do magistrado sobre os bloqueios, após a defesa de Lula recorrer.