Portal mídia livre 15 anos

Com o Supremo De Lewandowski, Toffoli, Gilmar E Marco Aurélio Tem A Capacidade Ilimitada De Se Autodestruir

Compartilhe

Com o  Supremo De Lewandowski, Toffoli, Gilmar E Marco Aurélio Tem A Capacidade Ilimitada De Se Autodestruir

Alguém neste país, exceto a organização criminosa do Lula e seus puxadinhos, tem dúvida de que o Supremo Tribunal Federal enveredou nos últimos anos por um processo de desmoralização sem fim?

Há algum tempo, no ‘Roda Viva’, o ministro Marco Aurélio Mello cometeu a estupidez de perguntar a José Nêumanne, um dos entrevistadores, se ele, Nêumanne, acreditava o STF.

Nêumanne respondeu com um ‘NÃO’ ouvido em todo o Brasil.

Ouvidos atentos escutaram aplausos de Norte a Sul, de Leste a Oeste do país.

Com o cinismo que caracteriza o primo do Collor de Mello, o ‘magistrado’ recebeu a assertiva em silêncio. Até porque não iria agredir os fatos.

Não é de hoje que o Supremo perdeu a credibilidade.

Hoje, o STF é presidido por uma sujeito reprovado em concurso para juiz. Reprovado duas vezes.

O que não deixa dúvida de sua incapacidade para integrar a mais alta corte do país.

Mas, como era advogado da organização criminosa do Lula, o ‘capo’ petista mostrou que quem manda é ele, e indicou Dias Toffoli para o Supremo. Com aval do Senado, onde operam tipos como Renan, Humberto Costa, Eunício, Jucá…

O roteiro é longo.

Nesta terça-feira, durante um voo de São Paulo a Brasília, um rapaz dirigiu-se a Ricardo Lewandowski e afirmou o que a torcida do Flamengo sabe:

“O Supremo Tribunal Federal é uma vergonha, viu”.

Lewandowski, que sonha em tirar do xilindró, Lula, o maior ladrão da Lava Jato, chamou a Polícia Federal para deter o ousado ‘agressor’.

Também nesta terça-feira, Gilmar Mendes pediu vista e suspendeu a análise de habeas corpus de Lula, que caminhava para uma derrota.

O STF, diga-se, está de plantão para atender a Lula. Não há registro de que num país sério um tribunal fique à disposição de um celerado preso.

Lula é autor do maior assalto à coisa pública da história da humanidade.

O Supremo de Lewandowski, Toffoli, Gilmar e Marco Aurélio tem a capacidade ilimitada de se autodestruir.