AS TOGAS DO STF TODAS ACOVARDADAS DIANTE DA MÁFIA DO CONGRESSO !!!. Confira!

Compartilhe

AS TOGAS DO STF TODAS ACOVARDADAS DIANTE DA MÁFIA DO CONGRESSO !!!. Confira!

Depois de muitas horas de julgamento, o Supremo Tribunal Federal decidiu a favor da Ação Direta de Inconstitucionalidade que pleiteava à Corte a possibilidade de o Congresso revisar o afastamento e outras medidas cautelares diversas da prisão aplicadas a parlamentares.

O placar foi apertado 6×5 votos. O relator da Ação, ministro Edson Fachin, destacou que a Constituição “nem de longe confere ao Poder Legislativo o poder de revisar juízos técnico-jurídicos emanados do Poder Judiciário”. Segundo o ministro, a Constituição permite ao Poder Legislativo “apenas o poder de relaxar a prisão em flagrante, forte num juízo político”.

Acompanharam o relator, que teve voto vencido, os ministros Luis Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux e Celso de Mello.

Votaram contra, ou seja, a favor dos políticos corruptos, os ministros Alexandre de Moraes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio Mello e Gilmar Mendes e a presidente da Casa, ministra Cármen Lúcia.

Cármen, que foi o voto decisivo, argumentou que submeter a decisão ao Congresso não significa desrespeito ao Supremo –se o desfecho fosse esse, seria por entendimento do próprio Supremo.

A medida tem impacto direto no caso de Aécio Neves –afastado do cargo de senador desde 26 de setembro, por decisão da Primeira Turma do STF.

Parece que o Exército terá que impor que a justiça seja feita.

0 Comentários

Deixe seu comentário

ATENÇÃO!    Todos os comentários passam por moderação.