Após críticas do Exército ao MPF, PF aciona autoridades da Suíça. Confira!

Compartilhe

Após críticas do Exército ao MPF, PF aciona autoridades da Suíça. Confira!

Site das Forças Armadas criticou postura do MPF com sistema de propina e clima ficou tenso.
Conforme informações do site “O Antagonista”, a Polícia Federal (PF) decidiu agir diante de um possível descaso que envolveu o Ministério Público Federal (MPF) com o sistema de propina que foi enviado pelos servidores da Suíça ao Brasil.

A PF decidiu pedir às autoridades da Suíça uma nova cópia do sistema Drousys, já que houve violação no arquivo que estava com a Procuradoria-Geral da República.

Esses sistema em paralelo com o MyWebDay, foi criado por executivos da construtora Odebrecht para operacionalizar o pagamento de propina. Ao chegar às mãos da equipe de Rodrigo Janot, quando este era procurador-geral da República, os procuradores acessavam o sistema de uma forma irregular e isso tirava a essência das provas que lá continham contra os corruptos.

Técnicos de Curitiba chegaram a se revoltar com o tamanho do descaso da forma como eram guardados os HDs enviados da Suíça. Quando Raquel Dodge entrou no comando, as coisas não se modificaram e nada foi feito para que houvesse um zelo maior diante deste fato.

Exército
O Exército, através de seu site, publicou duras críticas ao Ministério Público Federal (MPF) por serem negligentes com as provas importantíssimas contidas nos sistemas.

De acordo com o artigo publicado, o Exército ficou indignado com o MPF por perderem as chaves de acesso ao sistema MyWebDay. Apenas acessando esse material é que pode se chegar a todas as formas que o Setor de Propinas da Odebrecht conduzia os esquemas criminosos que assolavam os cofres públicos.

Conforme o site, os procuradores deveriam testar todas as chaves de acesso para que, caso surgisse algum problema, fosse enviado um comunicado às autoridades da Suíça.

Porém, a grande preocupação da PGR foi evitar que a PF chegasse próximo a esse material. O medo dos procuradores, era que os policiais tomassem a frente dos acordos de colaboração e que estavam sendo realizados pelos procuradores.

Decisão
No site do Exército se viu uma grande preocupação da PGR em não deixar a PF chegar perto do conteúdo, sendo que o trabalho deveria ser feito em conjunto.

A decisão da PF de pedir à Suíça uma nova cópia do sistema Drousys é a chance de ter em mãos novamente provas contundentes de esquemas corruptos.

A pressão do Exército pode ter sido fundamental para mostrar que os Militares estão atentos com tudo o que acontece na política brasileira.

0 Comentários

Deixe seu comentário

ATENÇÃO!    Todos os comentários passam por moderação.