Portal mídia livre 15 anos

“Vam’borandá”, na levada genial do Edu Lobo. Click e veja no site de Tavinho

BORANDÁ Edu Lobo

“Vam’borandá”, na levada genial do Edu Lobo. Click e veja no site de Tavinho

O arranjador, instrumentista, cantor e compositor carioca Eduardo de Góes Lobo compôs a música “Borandá” (conjunção de “embora andar”), estilo bossa-protesto, onde também aparece o verso “Vam’borandá” (conjunção de “Vamos embora andar”), cuja letra retrata a procura do homem do campo por uma vida melhor na cidade. “Borandá” foi gravada no LP A música de Edu Lobo por Edu Lobo, em 1964, pela Elenco/Polygram.

BORANDÁ
Edu Lobo

Deve ser que eu rezo baixo
(Pois meu Deus não ouve, não)
É melhor partir lembrando
Que ver tudo piorrar

Vam’borandá, que a terra
Já secou, borandá
É borandá, que a chuva
Não chegou, borandá

Já fiz mais de mil promessas
Rezei tanta oração
Deve ser que eu rezo baixo
(Pois meu Deus não ouve, não)

Borandá, que a terra (…)

Vou-me embora, vou chorando
Vou me lembrando
Do meu lugar

É borandá, que a terra (…)

Quanto mais eu vou pra longe
Mais eu penso sem parar
Que é melhor partir
Lembrando
Que ver tudo piorar

Borandá, borandá, borandá
Vam’borandá

Mais Notícias

APENAS 100 PESSOAS. Click aqui
APENAS 100 PESSOAS. Click aqui

Fracasso de ato pró Dilma reúne 100, que ‘baixam às calças’ em frente ao Congresso (veja)