Portal mídia livre 15 anos

‘Financial Times’ e ‘The Economist’ resistem aos esforços de Bolsonaro ser “liberal”. Confira!

Compartilhe isso

‘Financial Times’ e ‘The Economist’ resistem aos esforços de Bolsonaro ser “liberal”. Confira!

As publicações londrinas “Financial Times” e “The Economist”, vozes tradicionais do mercado financeiro global, resistem aos esforços de Jair Bolsonaro para se apresentar como representante liberal. O jornal sublinhou que seus “oponentes temem uma volta aos dias sombrios”, pois ele “invoca passado brutal”.

A revista diz que a retórica de Bolsonaro é “ainda mais indecorosa” do que a de Donald Trump, que o candidato procura criticar.

CASO WAACK – O “New York Times” publicou na página 4 de sábado uma reportagem mostrando como a frase “É coisa de preto”, de William Waack, jornalista da Globo, se transformou em campanha de afirmação das realizações de negros brasileiros, na internet.

Por outro lado, a autora do texto, Shasta Darlington, ex-CNN, o editor da “Americas Quarterly”, Brian Winter, ex-Reuters, e outros correspondentes reagiram via Twitter ao “dilúvio de jornalistas (brancos) brasileiros que defendem publicamente Waack (‘ele é talentoso / realizado / perseguido pela esquerda’)”, em ação tão “grosseira” quanto a ofensa inicial.

DIREITOS DE MÍDIA – O “Wall Street Journal” noticia que começou nesta segunda-feira (13) o julgamento de José Maria Marin e outros dirigentes esportivos, num tribunal no Brooklyn, em Nova York. O esquema envolveria “mais de US$ 200 milhões em subornos em conexão com direitos de mídia para torneios de futebol” como Copa América e Copa do Mundo.

Diz o “Wall Street Journal” que devem ser “revelados novos detalhes sobre as formas complicadas com que os acusados moviam dinheiro”.

Mais Notícias

Em 1993, Lula chamou Collor de débil mental. Anos depois, eles viraram comparsas na dilapidação do Brasil. Click e veja no site de Tavinho
Em 1993, Lula chamou Collor de débil mental. Anos depois, eles viraram comparsas na dilapidação do Brasil. Click e veja no site de Tavinho

Em 1993, Lula disse que Collor era débil um mental. Anos depois Lula puxa aplausos para Collor. Que país é esse?